sexta-feira, 28 de junho de 2013

10 Dúvidas sobre a Escova Progressiva

10 Dúvidas sobre a Escova Progressiva

Assim como eu, várias mulheres fazem Escova Progressiva e vivem cercadas de dúvidas. Hoje vou tentar tirar algumas delas.

Os procedimentos evoluíram?

Se considerarmos que no passado o alisamento de cabelos era feito com ferro de passar roupa, o uso da chapinha, ou prancha modeladora, já foi uma tremenda evolução. Mas um fato curioso, que não deve ser de conhecimento de todos, é que a primeira chapinha foi inventada, pela primeira vez, em 1890 por Marcel Grateau. Desde então, ou provavelmente bem antes disso, a preocupação com os cuidados dos cabelos existe. Parece que sempre existiram mulheres buscando o alisamento e outras querendo cachos.
Mas, deixando a história de lado, com a recente substituição do formol por outras substâncias, a queda de cabelo e o enfraquecimento dos fios diminuíram bastante, preservando também a saúde da profissional que executa o serviço.

Os problemas acabaram?

Infelizmente não. Outros inconvenientes como a oleosidade excessiva na raiz, pontas secas, descamação do couro cabeludo, efeito chapado, fios elásticos, duração do alisamento, entre outros, são problemas que continuam preocupando profissionais, cientistas e fabricantes de produtos. Ainda há muita coisa para ser feita.

Porque a raiz do cabelo fica mais oleosa?

Esse é um efeito comum após a escova progressiva. Em grande parte porque cabelos lisos são naturalmente mais oleosos que cabelos com fios ondulados. A mulher que tem cabelos ondulados, portanto com pouca oleosidade, após o alisamento se surpreende com a oleosidade que ela não está acostumada.

Como resolver o problema da oleosidade excessiva?

Muito simples: usando um bom xampu para cabelos oleosos e, de preferência, lavar os cabelos com água fria, ou pelo menos, não muito quente. A água quente faz com que a glândula sebácea produza mais oleosidade.
Outra forma de resolver esse problema é evitando fazer escova progressiva com formol e os derivados proibidos desse produto. O formol cria uma película que não deixa a oleosidade penetrar, mantendo-a na superfície do fio de cabelo, causando o aspecto oleoso.
Entretanto, se o alisamento foi feito com esses produtos, a melhor maneira de resolver o problema é solicitar uma desintoxicação do cabelo a um profissional que tenha habilidade e produtos específicos para esse fim. Não tente fazer em casa, por favor.

Porque as pontas ficam secas?

Isso acontece mesmo. A raiz fica com oleosidade e as pontas ficam ressecadas. Isso ocorre porque a escova progressiva é um tratamento químico que atua na disposição da queratina nos fios e consequentemente pode danificar os cabelos. Isso pode ser resolvido com o uso de um condicionador específico para as pontas, apenas no comprimento dos fios. Eu sugiro o uso de óleos reparadores de pontas.

Porque acontece a descamação do couro cabeludo?

Mais uma vez, em função do tratamento ser químico. Pode ocorrer descamação do couro cabeludo em decorrência da reação alérgica ao produto utilizado. Trata-se de um tipo de seborreia que com o tempo desaparece. Essa reação varia de uma pessoa para outra, por isso eu mantenho um registro dos produtos utilizados em cada cliente, para não voltar a usar aqueles que possam provocar esse efeito em uma determinada pessoa. Entretanto, se a descamação ocorrer e não desaparecer, um tratamento com loção capilar anti-inflamatória e acompanhamento médico é a melhor solução.

Como evitar o efeito chapado?

Dependendo do produto utilizado e da forma como a cabeleireira faz a aplicação e a secagem, o cabelo pode ficar liso ou levemente ondulado. O problema é quando o cabelo fica com aspecto chapado, sem nenhum movimento. Isso também pode ser corrigido com o uso de um reconstrutor de cachos, que faz com que os cabelos fiquem com uma leve ondulação. Entretanto, para que o cabelo tenha volume sem cachos, só aguardando um longo tempo até que o produto saia dos cabelos.

Como corrigir quando os fios ficam elásticos?

Outro efeito colateral do tratamento químico na distribuição de queratina é a progressiva deixar os fios elásticos. Infelizmente a solução para esse problema vai reduzir o efeito da progressiva. Os fios devem ser selados através de hidratação semanal e tratados à base de queratina.

Como manter a progressiva por mais tempo?

Evitando o uso de xampu com sal e diminuindo a frequência das lavagens. O sódio na composição do xampu ajuda na remoção do produto aplicado na progressiva, portanto usar um xampu com baixas concentrações de cloreto de sódio e não lavar os cabelos todos os dias pode manter o efeito por mais tempo.

O que fazer se a progressiva não pegar?

Só tem um jeito de resolver. Voltar a cabeleireira e pedir um retoque. Essas coisas acontecem.

E aí meninas, deu pra tirar algumas dúvidas?
Bjus, Malu.

Arquivo do blog