quarta-feira, 23 de julho de 2014

Cabelos: Da química ao natural.

 
Existem muitas dúvidas sobre quanto tempo depois de utilizar química os cabelos estarão naturais novamente, pronto pra outra. Muita gente vai se decepcionar com o que vai ler a seguir, mas vamos lá.
Cabelos coloridos com tons contrastantes ao natural, revelam com maior facilidade a parte natural destacando a parte modificada.
Segundo a premissa que um fio de cabelo saudável cresce de 1 à 1 e 1/2 cm ao mês, você pode concluir o tempo que levará para você ter cabelos naturais/virgens novamente. Vamos aprender um pouquinho sobre os agentes que tiram a "virgindade" dos nossos fios para poder entender um pouquinho sobre sua ação e incompatibilidade.

Coloração
A coloração abre as cutículas, penetra no fio e remove uma parte dos pigmentos naturais presentes na Melanina (eumelanina e feomelanina) e depositam o pigmento sintético. A partir desse momento essa parte tingida do fio nunca mais será natural, por mais que você coloque uma cor parecida com a natural.

Descoloração
Mais agressiva e invasiva do que a coloração, a descoloração faz uma verdadeira limpeza no fio. Ela abre mais agressivamente as cutículas e literalmente promove um arrastão no córtex removendo não somente o pigmento, mas prejudicando também a estrutura do fio. Você já notou que depois de descolorir, os cabelos cacheados ficam com dificuldade em formar os anéis?

Tonalizante
Promete colorir de forma subcuticular, porém possui em sua formulação a monoetanolamina que embora seja mais suave que a amônia, possui função de abrir cutículas para que o pigmento penetre.

Hennê, Hennas e afins
Encapam os fios formando uma barreira ao redor do fio. O uso por longo período de tempo o torna impenetrável e altamente reativo a outras químicas.

Escovas
Assim como as citadas acima promovem um encapar de fios progressivo. Mas diferente da Henna e Hennê que em contato com outras químicas como alisantes ou coloração esquentam, emborracham e se partem. A progressiva blinda o cabelo fazendo com que a química consiga penetrar em poucas ou quase nenhuma parte. No caso da coloração promove cabelos manchados e no caso de alisamento com química limpa não permite alisamento uniforme. Correndo também o risco de quebra.

Tioglicolato, Guanidina, Sódio
Todas essas químicas citadas fazem mudança estrutural no interior do fio. Uma vez modificada, só permite coloração e descoloração com moderação e em fios saudáveis. A maior reação negativa é o emborrachamento seguido de quebra quando não respeitada suas particularidades.

Vamos lá, independente de desmineralizar ou remineralizar, nada torna um cabelo que sofreu química em cabelo virgem!

Se você descoloriu há 1 ano e seu cabelo está com crescimento de 1cm (1 dedo) ao mês, seu cabelo cresceu apenas 12 cm, esses 12 cm estão naturais, os demais centímetros não, o tempo e tratamentos que você faz não possuem força para alterar ou retroceder uma química no fio. Ou seja, uma vez processado quimicamente a parte alterada nunca mais será natural, fio virgem somente na parte que crescer a partir do dia em que processou.

 Se seu cabelo é crespo, você alisava e agora quer voltar aos cachos.

Invista em massagens no couro cabeludo, produtos nutritivos e com muitas vitaminas, extratos e óleos naturais na composição. Vá cortando a parte alisada aos poucos e mantenha a raiz sob controle escovando com bons protetores térmicos até crescer suficiente para que você possa cortar toda a parte alisada. Não faça procedimentos como permanente afro para tentar cachear a parte alisada, a química anterior pode não ser compatível e ocorrer a quebra.


Se você usava Hennê e agora que mudar para Tioglicolato, Guanidina ou Sódio.

A indicação é parecida com a citada acima. A diferença é que depois de 4 a 6 meses você pode fazer um teste de mecha para saber como seu cabelo se comporta com a nova química escolhida, a química no dia do teste deve ser aplicada em toda extensão da mecha e não somente na parte virgem.


Se você pintava o cabelo com cor escura e agora quer ficar loira.

Comece reconstruindo, prepare o fio para o teste de abertura de ton. Não recomendamos o "exorcismo" conhecido como decapagem, a agressão e danos não compensam. Mediante teste de mecha, faça mechas finas e continue a rotina de tratamento. Após um período faça mais mechas, até conseguir clarear um maior volume de fios.

Lembrando que quando você for fazer alguma dessas loucuras procure um profissional competente, pois o estrago pode ser grande!
Espero que tenha gostado da matéria. Aaah e lembrando também que esta rolando uma enquete de qual tutorial você que ler aqui no blog.
Deixe seu comentário e se achar útil compartilhe!
Bjos, Malu.